Vencedores

Agricultura, Mar e Turismo

Finalistas:

  • Câmara Municipal de Águeda – Macieira de Alcôba – Aldeia Pedagógica do Milho Antigo
  • CleanBiomass, Lda – CleanBiomass, Inovação em biomassa residual
  • Companhia das Lezírias– Companhia das Lezírias: a gestão florestal em prol da biodiversidade
  • Empresa de Desenvolvimento e Infra-estruturas de Alqueva– Academias de Alqueva
  • Parques de Sintra – Monte da Lua, S.A.– BIO+Sintra – Redução da pegada de carbono, uma contribuição para valorizar a biodiversidade em Sintra
  • Rio do Prado – Rio do Prado, turismo criativo e sustentável
  • Sysadvance, S.A. – Methagen
  • Universidade de Aveiro – Terapia fágica como alternativa de baixo impacto ambiental para inativar bactérias patogénicas em pisciculturas

 

MENÇÃO HONROSA

 

CleanBiomass, Lda – CleanBiomass, Inovação em biomassa residual

Novo mecanismo associado a serviço de limpeza florestal, que permite um processo seletivo de limpeza de arbustos através de arranque, com aproveitamento de biomassa arbustiva. O desenvolvimento do projeto começou em 2009, com abordagem ao problema dos arbustos existentes após incendio ou abandono de terrenos. O problema em causa tem como raiz a limpeza de biomassa diminuindo o risco de incêndio, promovendo a geração de riqueza e produção de energia renovável.

O projeto permite a redução de CO2, associado ao consumo energético e aos incêndios, promovendo o melhoramento ambiental com redução de risco de incêndio florestal. Esta metodogia permite a rentabilização energética em 45 a 50 vezes a energia consumida na exploração e processamento biomassa até ao cliente final.

Assim com este serviço é possível limpar zonas após incêndio (passado 3 a 4 anos) com custo reduzido.

 

 

Parques de Sintra – Monte da Lua, S.A.– BIO+Sintra – Redução da pegada de carbono, uma contribuição para valorizar a biodiversidade em Sintra

 

O Projeto BIO+Sintra teve como principal objectivo a realização de uma experiencia piloto na Paisagem Cultural de Sintra, que possa ser reprodutível noutros locais, resultando em mudanças de atitudes com vista à redução das emissões de carbono nas actividades dia-a-dia. O projecto está ligado à educação ambiental, que assenta na metodologia “learn-feel-do” para levar os públicos-alvo a mudarem de atitude face ao ambiente. Ao fornecer ferramentas tais como as calculadores da pegada de carno e as sugestões para reduzir essa pegada, o projecto resultará numa melhoria das condições de vida dos cidadãos a longo prazo, reduzindo as emissões de gases com efeitos prejudiciais para a saúde. Dos resultados destacam-se: constituição de 113 grupos de interesse, elaboração de 50 abrigos para anfíbios, 900 comedouros e 40 caixas-ninho para aves, disponibilização de 25 abrigos para escaravelho vaca-loura e cerca de 19000 acessos à informação disponibilizada pelas visitas Talking Heritage.

 

VENCEDOR

Companhia das Lezírias– Companhia das Lezírias: a gestão florestal em prol da biodiversidade

A Companhia das Lezírias tem investido, desde 2006, num sistema de gestão florestal que visa potenciar os serviços de ecossistemas a par dos bens produzidos e inclui três vectores: o reforço da produtividade actual e de longo prazo, o aprofundamento do conhecimento do capital natural e de como este é afectado pelas actividades agro-florestais e acções de protecção dos ecossistemas a vários níveis e, por fim, o bem-estar social que à criação de emprego e de conhecimento alia a visitação e turismo de natureza que sensibilizam os visitantes para a conservação dos valores naturais. O projecto já recebeu mais de 54 mil visitas e a melhoria das condições de habitat traduziram-se num aumento de abundancia de mamíferos e de aves, quer ao longo dos corredores ecológicos quer na matriz, o que parece indiciar a expansão das espécies para as áreas menos povoadas, como pretendido.

Cidades Sustentáveis

Finalistas

  • Área Metropolitana do Porto – FUTURO – projeto das 100.000 árvores na Área Metropolitana do Porto
  • Câmara Municipal de Águeda – À Procura da Excelência
  • Câmara Municipal da Amadora – Parque BD Maurício de Sousa .- Turma da Mônica
  • Câmara Municipal de Torres Vedras – Torres ao Centro – Regeneração Urbana do Centro Histórico de Torres Vedras
  • Câmara Municipal de Vila Franca de Xira – Requalificação da Frente Ribeirinha da Zona Sul do Concelho: Parque Linear Ribeirinho Estuário do Tejo (PLRET)
  • Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão – Parques e Hortas Urbanas da Devesa
  • Cicloficina dos Anjos – Cicloficina dos Anjos
  • CTT – Bicicletas eléctricas CTT

MENÇÃO HONROSA

 

Câmara Municipal de Vila Franca de Xira – Requalificação da Frente Ribeirinha da Zona Sul do Concelho: Parque Linear Ribeirinho Estuário do Tejo (PLRET)

A implementação do Parque Linear Ribeirinho Estuário do Tejo insere-se num conjunto mais vasto de intervenções que o Município de Vila Franca de Xira tem vindo a concretizar no âmbito da Requalificação da Frente Ribeirinha do Concelho. O município estabeleceu como prioridade uma estratégia de desenvolvimento sustentável, a continuação da requalificação da frente ribeirinha, para usufruto pela população, pretendendo replicar estas intervenções.

 

Câmara Municipal de Torres Vedras – Torres ao Centro – Regeneração Urbana do Centro Histórico de Torres Vedras

O Torres ao Centro consiste numa operação integrada de regeneração urbana, tendo como núcleo o centro histórico da cidade de Torres Vedras e traduz a necessidade sentida pelo município de contrariar os principais problemas de desqualificação urbanística e de deterioração económica e social do centro histórico, tornando-o num espaço urbano de referencia, qualificado do ponto de vista urbanístico e ambiental e atractivo do ponto de vista económico, social e cultural. A prossecução deste objectivo assentou em 4 pressupostos: No estabelecimento de uma parceria local, explorando novos modelos de governação e a partilha de objectivos e responsabilidades; Na definição de uma estratégia integrada de desenvolvimento, abordando de forma transversal e holística a problemática da regeneração urbana; Numa estratégia de marketing territorial, promovendo a divulgação da operação e a dinamização da parceria local; e na externalização e na potenciação do seu efeito multiplicador.

 

 

VENCEDOR

Câmara Municipal de Águeda – À Procura da Excelência

Uma cidade onde todos gostam de viver, trabalhar, estudar e visitar é o principal objectivo. Águeda promove a inovação, boas práticas, desenvolvimento tecnológico, parcerias e um elevado investimento humano e financeiro, que mudou a cidade na sua forma de “estar”, “comunicar”, mas sobretudo de viver! Qualificaram-se espaços verdes, o espaço público é do cidadão, menos tráfego, pistas cicláveis, promoção da economia local e do empreendedorismo, do artesão, pista check-up e o centro de marcha/corrida. Uma Smart City onde a eficiência energética ganha destaque pela tecnologia LED e o seu sistema de gestão inovador. Mais de 90 % dos Aguedenses estão satisfeitos com a cidade onde vivem.

 

Consumo Sustentável

Finalistas:

  • Ana Malta e Hugo Moreira – BioPoli
  • Caetano Bus – Diesel to Eletric Upgrade
  • EDP – Save: to Compete – Programa de apoio à implementação de projetos de eficiência energética nas empresas
  • Horas de Sonho, apoio à criança e à família – Trokaki
  • Jerónimo Martins – Cozinha Central de Odivelas
  • Lisboa e-nova – Projeto Coopetir no Bairro da Boavista
  • Sazonalidades, Lda – Terra Fresca – Hortas Sustentáveis

 

MENÇÃO HONROSA

Ana Malta e Hugo Moreira – BioPoli

O objectivo deste projecto é constituir uma empresa de Eco Design e o primeiro produto desenvolvido é um sistema de copos reutilizáveis de plástico de origem vegetal de forma a evitar a utilização de milhões de copos descartáveis e desta forma diminuir o impacto ambiental causado pelos eventos nacionais e internacionais.

Em 2015 a BioPoli pretende comercializar 100 000 copos para eventos nacionais e internacionais.

 

Lisboa e-nova – Projeto Coopetir no Bairro da Boavista

“Coopetir” é o termo resultante da combinação entre as palavras “cooperar” e “competir”. Foi com base nestes conceitos que a Lisboa E-Nova, em parceria com a Câmara Municipal de Lisboa, desenvolveu, no Bairro da Boavista, o Projeto Coopetir. O Projeto consistiu num desafio proposto a 100 familias do Bairro para cooperarem entre si, de forma a promover a poupança na electricidade, gás natural e água.

No final, foi atribuído um Prémio às famílias que alcançaram a maior poupança, bem como a todas as famílias concorrentes.

 

 

VENCEDORES 

Horas de Sonho, apoio à criança e à família – Trokaki

A Trokaki é um movimento promotor do consumo responsável fundado nas premissas da Economia do Bem Comum e da Economia da Partilha, criado em Novembro de 2012. É gerido por moradores da freguesia de Carnide em parceria com entidades e associações locais. A Horas de Sonho lançou este desafio à comunidade identificando o subaproveitamento dos recursos e saberes locais. Assim, foi criado um sistema de moeda virtual local (o TROK) que permite actualmente a 300 cidadãos realizar trocas de bens, serviços e tempos.

 

Information Technology

Finalistas

  • Agência de Energia do Sul da Área Metropolitana do Porto – Observatório de Sustentabilidade Sul da área Metropolitana do Porto
  • EDP – Re:dy
  • Indaver – Costumer Zone Indaver
  • Simtejo – SimT

 

 MENÇÃO HONROSA

Agência de Energia do Sul da Área Metropolitana do Porto – Observatório de Sustentabilidade Sul da área Metropolitana do Porto

Este projecto tem como principal objectivo apoiar os municípios associados da Energaia na gestão do consumo de energia em edifícios, frotas e iluminação publica e a monitorização dos impactos gerados pela implementação de medidas de eficiência energética. Baseado numa plataforma web-based, o Observatório abrange todos os serviços municipais, permitindo a monitorização e a gestão energética de edifícios, escolas, instalações desportivas, museus, bibliotecas, redes de iluminação publica, frotas municipais, entre outros. Este foi concebido para receber informações relacionadas a qualquer equipamento consumidor de energia, iluminação, aquecimento de água, computadores e equipamentos electrónicos, etc.

 

VENCEDOR

EDP – Re:dy

O re:dy é uma solução desenvolvida pela EDP que permite aos nossos clientes a monitorização e gestão activa do consumo eléctrico e residencial, possibilitando o controlo do consumo de equipamentos ou circuitos eléctricos a partir de qualquer lugar, através de um portal de internet e smartphone. O re:dy permite poupanças significativas e persistentes. Além da redução de fatura por via da redução de consumos e optimização da tarifa, permite o ajuste da potência contratada e a maximização da receita de sistemas de microgeração fotovoltaica.

A utilização do re:dy proporciona um consumo de electricidade mais eficiente, conduzindo a uma utilização mais sustentável de recursos.

Iniciativa Jovem

Finalistas:

  • Alunos do Curso Profissional de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva – Escola Secundária José Belchior Viegas – O Surf na Serra do Caldeirão
  • Associação de Estudantes do Agrupamento de Escolas nº 2 de Abrantes – Juventude Amiga
  • Grupo Informal de Alunos da Escola Básica e Secundária Dr. Hernâni Cidade  – Recolhe, Transforma e Promove a Bolota na Gastronomia Portuguesa (RTP Bolota)
  • Grupo Informal de Alunos da Escola Secundária de Molelos – Biodiversidade em Molelos
  • Grupo Informal de Alunos da Escola Secundária Gabriel Pereira – Missão PowerChangers
  • Grupo Informal de Alunos do Colégio do Sagrado Coração de Maria – Agora os resíduos fazem a natureza crescer!

 

 VENCEDOR

Alunos do Curso Profissional de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva – Escola Secundária José Belchior Viegas – O Surf na Serra do Caldeirão

Estando a construção de pranchas muito dependente de uma matéria prima especifica – poliuretano – maioritariamente importada, experimentou-se a reutilização de rolhas de cortiça como matéria prima ecológica e limpa. Esta reutilização permitirá, para já, resultados semelhantes em termos de flutuação, diminuição dos custos de produção, reutilização de materiais e implementação de uma nova industria.

Por outro lado, a necessidade de promover uma Formação prática em contexto de trabalho aos alunos do Curso Profissional de Técnico de Apoio à Gestão Desportiva diferente mas que conseguisse proporcionar uma aprendizagem com uma transversalidade de conteúdos das disciplinas da componente técnica.

Iniciativa de Mobilização

Finalistas:

  • Brisa – Auto-estradas de Portugal, S.A. –  Compromisso Brisa pela Biodiversidade/Pelo Tejo, pela Vida
  • Coopérnico – A primeira cooperativa Portuguesa de energias renováveis e cidadania – Coopérnico
  • Escola Básica de Vale de Milhaços – Projeto Eco-Escola – Por uma escola melhor…Por um mundo melhor
  • Fundação Mata do Buçaco, F.P. – Bussaco Digital: sementes para o futuro
  • Sociedade Ponto Verde – Missão Reciclar
  • Sociedade Portuguesa para o Estudo das Aves – Campanha Salve uma Ave Marinha
  • Worten, Equipamentos para o Lar, S.A. –  Quilos de Ajuda
  • WWF Mediterranean Programme Office – Portugal – Green Heart of Cork – No coração do Montado: Promover a conservação dos montados portugueses mobilizando as empresas para o pagamento dos serviços ambientais gerados por estes ecossistemas

 

MENÇÃO HONROSA

Worten, Equipamentos para o Lar, S.A. –  Quilos de Ajuda

A acção Quilos de Ajuda surge no âmbito do Equipa Worten Equipa, projecto de responsabilidade ambiental e social da marca desde 2009. Esta acção consistiu no seguinte: os clientes foram convidados a pesarem-se e o peso e cada cliente juntou-se, posteriormente, ao número das toneladas de velhos equipamentos recolhidas pela marca ao longo desse ano. Contas feitas, em apenas 4 dias em 16 lojas o Quilos de Ajuda conseguiu alcançar resultados de peso: 20 mil pessoas participaram e 74 mil euros extra foram doados.

 

WWF Mediterranean Programme Office – Portugal – Green Heart of Cork – No coração do Montado: Promover a conservação dos montados portugueses mobilizando as empresas para o pagamento dos serviços ambientais gerados por estes ecossistemas

A iniciativa tem como objectivo mobilizar empresas privadas que dependem dos serviços ambientais fornecidos pelas áreas de sobreiro, a compensar os proprietários rurais que contribuem para melhorar os serviços prestados pelos ecossistemas. A iniciativa tem por público-alvo as empresas que beneficiam dos serviços fornecidos pelo ecossistema montado e outras pela via da responsabilidade corporativa e social – estas recompensam os prestadores de serviços ambientais. A parceria com a Coca-Cola e a estratégia de comunicação usada pela WWF permitiu mobilizar mais empresas e associações de produtores a juntarem-se à iniciativa.

 

 VENCEDOR

Coopérnico – A primeira cooperativa Portuguesa de energias renováveis e cidadania – Coopérnico

A Coopérnico é a primeira cooperativa Portuguesa de energias renováveis e foi fundada por um grupo de 16 cidadãos vindos de diferentes áreas profissionais e com diferentes backgrounds, mas que partilham uma preocupação comum: o desenvolvimento sustentável. A missão passa por envolver os cidadãos e empresas na criação de um novo paradigma energético “renovável e descentralizado” em beneficio da sociedade e do meio ambiente. Defende-se um modelo energético renovável, justo e responsável que contribua para um futuro social, ambiental e energeticamente sustentável.

Produto ou Serviço

Finalistas

  • Epal – Waterbeep
  • H. Sarah-Trading Unipessoal Lda – Sistema de recolha seletiva de têxteis
  • Isel e Petrogal – ECat+
  • Life in a Bag – Grow bag de ervas aromáticas e flores comestíveis
  • Logoplaste Innovation Lab – Ecover Ocean Bottle
  • Oliveira & Irmão – Autoclismo OLI74
  • TAIPA – Organização Cooperativa para o Desenvolvimento Integrado do Concelho de Odemira – Cabaz do Mar

 

MENÇÃO HONROSA

Logoplaste Innovation Lab – Ecover Ocean Bottle

A Ecover criou a Ocean Bottle, a primeira garrafa feita a partir de desperdício de plástico pescado do mar, sendo composta por 10% de plástico do oceano. A Ocean Bottle é um importante passo no aumento da consciência do problema do Plástico nos oceanos, iniciando também um processo de prevenção e da muito necessária limpeza global dos oceanos.

As primeiras 16000 unidades da Ocean Bottle, colocadas à venda a 19 de maio, esgotaram numa semana.

 

Life in a Bag – Grow bag de ervas aromáticas e flores comestíveis

Os produtos Life in a Bag pretendem inspirar e incentivar as pessoas a cultivar os seus próprios alimentos em espaços reduzidos e com materiais reutilizáveis. O Grow Bag tem tudo o que necessita para cultivar ervas aromáticas e flores comestíveis. As variedades existentes são: salsa, coentros, majericão, rúcula, baby leaf mix, beldroegas, canónigos, calêndulas e chagas. O produto tem um preço de venda ao publico de 8 euros.

VENCEDOR

Epal – Waterbeep

O waterbeep é um serviço inovador que a EPAL disponibiliza a todos os seus clientes, abrangendo os segmentos Doméstico e Empresarial, que lhes permite aceder a informação sobre o seu consumo de água e receber alertas sempre que se verifique alteração de consumo. O serviço permite aos clientes aumentarem o seu nível de eficiência de utilização de água, contribuindo para um consumo sustentável deste recurso precioso e evitando consumos anómalos.

Este novo serviço insere-se na política da EPAL de alargar a sua oferta de serviços aos seus clientes promovendo a transparência na relação comercial e contribuindo para o fortalecimento de uma relação de confiança.