Vencedores 2012

Agricultura, Mar e Turismo

NOMEADOS:

  • Areias do Seixo Empreendimentos Hoteleiros, Lda – Areias do Seixo Charm Hotel
  • Câmara Municipal de Lisboa – Parques Hortícolas Municipais (Quinta da Granja e Jardins de Campolide)
  • Modelo Continente Hipermercados,S.A. – Política de Pescado Sustentável da Peixaria
  • Zmar Eco Campo Resort & Spa
  • Moinhos da Tia Antoninha, Emp. Tur., Lda – Moinhos da Tia Antoninha

MENÇÃO HONROSA:

Câmara Municipal de Lisboa- Parques Hortícolas Municipais (Quinta da Granja e Jardins de Campolide)

  • No presente, as hortas aparecem na cidade de uma forma, normalmente, desorganizada ocupando espontaneamente os solos produtivos que sobram da edificação. Contudo, elas refletem a capacidade inovadora e criativa da iniciativa das populações, podendo caber às autoridades públicas o reconhecimento dessas potencialidades, facilitando e promovendo os processos integradores, a nível local, deste tipo de atuação.

    Assim, a Câmara Municipal de Lisboa decidiu, em 2011, desenvolver dois projetos piloto: O Parque Hortícola da Quinta da Granja com cerca de 2 ha, contemplando 38 talhões de 150 m2e o Parque Hortícola dos Jardins de Campolide. no espaço verde projetado pelo Prof. Gonçalo Ribeiro Telles, que contempla uma estrutura mista de recreio e lazer, e espaços destinados à prática hortícola, nunca tendo havido aqui qualquer utilização para este fim. O objetivo do município foi ocupar estes espaços com a atividade para a qual tinham sido desenhados. Atualmente existem 22 talhões, entre os 50 e os 100m2.

MENÇÃO HONROSA:

Modelo Continente Hipermercados,S.A.- Política de Pescado Sustentável da Peixaria

  • No ano de 2009 foi implementada uma Política de Pesca Sustentável nos Hipermercados Modelo Continente. Esta Política tem sido desenvolvida e aperfeiçoada ao longo dos anos de 2010/2011 e 2012, em que foram abordadas e desenvolvidas várias vertentes ao nível comercial no negócio da Peixaria. Este projecto teve por objectivo garantir que a gama de pescado comercializada respeita as políticas de sustentabilidade, considerando a vertente dos parceiros comerciais e a vertente da gama de produtos.

    Neste caso, contam-se os objectivos de diminuição do volume de comercialização de espécies ameaçadas. Por exemplo, no caso do Bacalhau, em qeu utilizam exclusivamente bacalhau proveniente do Mar do Norte / Barents, onde os stocks marinhos estão mais saudáveis.

VENCEDOR:

Areias do Seixo Empreendimentos Hoteleiros, Lda – Areias do Seixo Charm Hotel

  • O Areias do Seixo Charm Hotel iniciou actividade em Maio de 2010 com a intenção de criar um hotel de baixa densidade, com um reduzido índice de ocupação do solo, permitindo uma integração harmoniosa com a envolvente, promovendo um turismo emocional e sustentado. É composto por 14 quartos e 4 villas, localizado numa envolvente de elevada riqueza natural, a construção do hotel foi desenvolvida com forte consciência ambiental. assumindo o hotel também um papel de sensibilização junto de quem o visita.

voltar ao TOPO

Investigação & Desenvolvimento

NOMEADOS:

  • CENIMAT/FCT-UNL – Tecnologia verde de baixo custo para testes de diagnóstico: Lab-on-Paper
  • Universidade Fernando Pessoa/Universidade do Minho – Suporte Publicitário Biodegradável com Efeitos Camaleónicos (UFP/UM)
  • Instituto Superior Técnico de Lisboa – Caracterização e recuperação de vidro de embalagem contido no rejeitado de tratamento mecânico e biológico
  • Universidade de Aveiro – Terapia fágica como alternativa de baixo impacto ambiental para inativar bactérias patogénicas em pisciculturas.
  • Laboratório Nacional de Energia e Geologia – InEDIC – Innovation and Ecodesign in the Ceramic Industry.

MENÇÃO HONROSA:

Universidade Fernando Pessoa/Universidade do Minho – Suporte Publicitário Biodegradável com Efeitos Camaleónicos (UFP/UM)

  • Em Portugal, é proibida a utilização de materiais não biodegradáveis para inscrição de mensagens de publicidade e de propaganda política, Porém, a inexistência de soluções sem qualquer nocividade pode ser uma das razões apontadas para o incumprimento legal, uma vez que o material usado é o tecido de poliéster (PES) revestido a resina de policloreto de vinilo (PVC).

    Após a realização de diversos ensaios laboratoriais e em ambiente natural (adesão, degradação, tenacidade, biodegradabilidade, tensão superficial e impressão), seguindo as normas internacionais definidas, o suporte desenvolvido revelou-se adequado à aplicação desejada. O efeito cromático foi obtido através da aplicação de materiais isentos de nocividade com características camaleónicas, isto é, que mudam de cor em função das condições de radiação UV, temperatura e humidade.

VENCEDOR:

CENIMAT/FCT-UNL – Tecnologia verde de baixo custo para testes de diagnóstico: Lab-on-Paper

  • Organização Mundial de Saúde estabeleceu diretivas para o desenvolvimento de testes de diagnóstico para utilização em regiões desfavorecidas. Neste projecto desenvolveram-se testes de diagnóstico em papel que para além de serem muito baratos, têm como material de base o papel, acessível em todo o mundo e compatível com a maioria dos testes clínicos.

    O fabrico destes sensores é simples, consistindo na impressão de canais sobre o papel, com uma impressora de nova geração a cera, não sendo necessária a utilização de bombas ou de energia. A detecção também é simplificada pois baseia-se numa alteração de cor. Depois do teste os dispositivos são eliminados não havendo problemas de contaminação ou produção de resíduos tóxicos. Até á data esta metodologia inovadora foi testada com sucesso, usando a leishmaniose como modelo de doença, estando neste momento a decorrer testes noutras doenças infecciosas como a tuberculose.

voltar ao TOPO

Information Technology

NOMEADOS:

  • Compta Emerging Business: EZWaste
  • Rodoviária de Lisboa, SA – Informação Sem Barreiras
  • EMAC – Empresa de Ambiente de Cascais – E.M, S.A. – SGEV – Sistema de Gestão de Espaços Verdes
  • Vodafone Portugal – Praia Directo
  • Instituto Geográfico Português – O SIARL – Sistema de Administração do Recurso Litoral

MENÇÃO HONROSA:

Rodoviária de Lisboa, SA – Informação Sem Barreiras

  • O Projeto “Informação sem Barreiras” tem como objetivo o reforço da perceção do serviço prestado junto de uma parte significativa de utentes. Permite aos utilizadores, iletrados ou com limitações visuais, através de informação sonora e visual em tempo real, conhecer o destino do serviço, quer se encontrem no interior, ou no exterior do autocarro.Este projeto envolveu inovação tecnológica e preocupações ambientais, considerando a instalação de painéis informativos nas principais paragens, alimentados a energia solar, para além de todos os dispositivos que permitem, desde este ano, prestar este serviço.

VENCEDOR:

Compta Emerging Business – EZWaste

  • Pensar num Ambiente melhor, com ganhos de rentabilidade e produtividade nas equipas e nos meios afectos à gestão de Resíduos Sólidos Urbanos (RSU) foi um dos pontos de partida para este desafio.

    Ao trabalhar conjuntamente com entidades cuja actividade se centra na recolha e na valorização de resíduos, a Compta e a Soma desenvolveram uma solução pensada em exclusivo para este sector, permitindo efectuar toda a gestão operacional da recolha de resíduos, com enfoque na redução de custos operacionais. A solução é bastante abrangente, proporcionando uma eficaz e optimizada gestão de recolhas, e estando inclusivamente preparada para o que se prevê que venha a ser o futuro do sector, com a adopção do princípio do utilizador-pagador.

voltar ao TOPO

Eficiência e Recursos

NOMEADOS:

  • Spheraa – Produção de Energia, Lda. – TERESA – Turbina de Energia Renovável Em Sistema de Abastecimento
  • Simtejo, SA – Telhado Vivo da ETAR de Alcântara
  • Aguas do Douro e Paiva, S.A. – Um modelo de gestão integrada sustentável para empresas de abastecimento de água
  • EDP Distribuição – INOVGRID
  • IKEA Portugal – Projecto IKEA Loures

MENÇÃO HONROSA:

Simtejo, SA – Telhado Vivo da ETAR de Alcântara

  • Sobre a nova ETAR de Alcântara foi construído um telhado verde, com cerca de dois hectares, em sintonia com os edifícios de exploração e da futura sede da Simtejo, cujo projecto de arquitectura foi da autoria dos arquitectos Frederico Valsassina e Aires Mateus, com apoio da PROAP (Projectos de Arquitectura Paisagística, Lda.), nos elementos paisagísticos.Os telhados verdes, também designados por telhados vivos, constituem uma solução que combina vários benefícios, nomeadamente, redução da insolação e dos caudais pluviais instantâneos, melhoria da qualidade do ar, criação de habitats e fomento da biodiversidade, aumento da área agrícola e contribuição para a redução da temperatura da cidade. Um telhado vivo contribui ainda para a diminuição o aquecimento global, por absorção dos raios solares evitando a reflecção e por diminuição de CO2 do ar, através da fotossíntese.

VENCEDOR:

Spheraa – Produção de Energia, Lda.- TERESA – Turbina de Energia Renovável Em Sistema de Abastecimento

  • A TERESA é uma Turbina de Energia Renovável Em Sistema de Abastecimento, desenvolvida com o apoio da Associação de Municípios de Carvoeiro-Vouga e da sua concessionária Águas do Vouga, e ainda com a participação humana e financeira da Luságua (do Grupo Aquapor).

    A utilização do sistema TERESA nos sistemas de água pode permitir a produção de energia para autoconsumo das próprias instalações. A produção iniciou-se de forma condicionada no início de 2011. Em 2012, atendendo aos excelentes resultados operacionais do ano anterior e à inexistência de problemas de funcionamento iniciou-se a produção sem restrições.

    A instalação conta hoje com 85kW de potência instalada, prevendo-se a produção anual de 530.000 kW.h. O aproveitamento deste potencial e a otimização do processo de abastecimento de água permitem, hoje, produzir energia suficiente para fornecer uma aldeia com cerca de 150 habitações médias.

voltar ao TOPO

Produto ou Serviço

NOMEADOS:

  • ISA – Intelligent Sensing Anywhere, S.A. – Cloogy
  • LIPOR – Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto – Projeto Horta à Porta – Hortas Biológicas da Região do Porto
  • Xerox Portugal – Xerox GO Green
  • CAIXA GERAL DE DEPÓSITOS, SA – Calculadora de Carbono CGD
  • Associação para a Valorização Ambiental da Alta de Lisboa (AVAAL) – Horta Acessível

MENÇÃO HONROSA:

LIPOR – Serviço Intermunicipalizado de Gestão de Resíduos do Grande Porto – Projeto Horta à Porta – Hortas Biológicas da Região do Porto

  • O Horta à Porta – Hortas Biológicas da Região do Porto, é um projeto que visa a criação de espaços verdes dinâmicos e úteis, promovendo a biodiversidade e boas práticas agrícolas, através da compostagem caseira e agricultura de modo biológico. Este projeto pretende disponibilizar talhões de no mínimo 25 m2 a particulares interessados em praticar a agricultura de modo biológico e a compostagem.

    Ao receber o talhão de terreno, os futuros agricultores recebem formação em agricultura biológica. Como forma de complemento ao orçamento familiar, os produtos cultivados são para consumo próprio. Atualmente, o projeto conta com 23 hortas, que são dinamizadas pela Lipor em parceria diversas Juntas de Freguesia dos munícipios envolvidos.

VENCEDOR:

ISA – Intelligent Sensing Anywhere, S.A. – Cloogy

  • O Cloogy possibilita aos seus utilizadores a experiência de um gestor energético virtual. O Cloogy permite ao utilizador, através de um conjunto de interfaces (telemóveis, tablets, site web, display) interagir com os consumos de sua casa, seja através das funcionalidades de controlo seja através dos indicadores de previsão de consumo ou ajuste de tarifas, de forma a otimizar os seus consumos de energia.Além disso, o Cloogy proporciona aos seus utilizadores uma experiência em rede, devido à sua componente social, o que o torna uma excelente ferramenta de disseminação de boas práticas de eficiência energética, contribuindo assim para a redução da pegada de CO2 da sua comunidade de utilizadores. É ainda objetivo do Cloogy proporcionar aos seus utilizadores formas de aprenderem os conceitos de eficiência energética, tal como se passou no processo de aprendizagem, pela comunidade, da reciclagem.

voltar ao TOPO

Campanha de Mobilização SIC Notícias

NOMEADOS:

  • Sociedade Ponto Verde – Reciclar é Dar e Receber
  • Amb3E – Associação Portuguesa de Gestão de Resíduos – Quartel Electrão
  • ASPEA – Associação Portuguesa de Educação Ambiental – Projeto Rios
  • Federação Portuguesa dos Bancos Alimentares Contra a Fome – Campanha Papel por Alimentos
  • Associação Bandeira Azul da Europa – Maré Humana

MENÇÃO HONROSA:

Amb3E – Associação Portuguesa de Gestão de Resíduos – Quartel Electrão

  • Esta campanha, que contou com o apoio da Liga dos Bombeiros Portugueses, pretendeu sensibilizar a comunidade para a importância da reciclagem e do correcto encaminhamento dos REEE (resíduos de equipamentos eléctricos e electrónicos) e de P&A (pilhas e acumuladores portáteis), constituindo também uma oportunidade das populações retribuírem aos bombeiros o empenho que diariamente colocam no cumprimento da sua actividade.

    De Outubro a Dezembro de 2011, as corporações inscritas, incentivaram as comunidades locais a encaminhar os resíduos para os seus quartéis. Os quartéis com melhores resultados receberam prémios, destacando-se uma ambulância para o quartel vencedor, uma lavandaria totalmente equipada e vales de combustível no valor de 1.500€, para as dez corporações de bombeiros que se destacaram na recolha de resíduos.

VENCEDOR:

Sociedade Ponto Verde – Reciclar é Dar e Receber

  • Através deste projecto, em parceria com a Entrajuda e a SIC Esperança, a SPV quis retribuir às crianças pelo papel que têm desempenhado, desde a sua criação há 15 anos, enquanto motores da divulgação das mensagens em torno da importância da reciclagem e na mudança das consciências dos adultos em termos ambientais. O objectivo foi sensibilizar as pessoas para não deixarem uma boa causa acabar no lixo.

    Por cada tonelada de embalagens usadas de vidro colocadas no ecoponto verde em 2011, a Sociedade Ponto Verde doou um euro para a criação de salas de estudo, permitindo equipar 30 salas de estudo em IPSS e chegar a 1000 crianças de 14 Distritos do país, incluindo Ilhas. No âmbito desta campanha foram recolhidas 210 mil toneladas de embalagens, o que equivaleu a 210 mil euros para equipar as salas de estudo.

voltar ao TOPO

Rock in Rio Atitude Sustentável

Participantes:

  • Ana Silva
  • Ana Henriques
  • Joana Praça
  • Guilherme Fernandes
  • Ana Sá
  • Catarina Martins
  • Henrique Relógio
  • Mariana David
  • Luís Rita

VENCEDOR – TIAGO DANIEL

Veja aqui o vídeo vencedor

 

voltar ao TOPO

Prémio Especial SPV – Melhor obra original na área do ambiente

“Bem Público – Valor Público. A Educação para os valores ambientais no Museu da Água da EPAL” – Margarida Ramos

  • A obra premiada tem como objetivo fazer uma reflexão sobre o papel dos museus enquanto educadores para os valores e mais concretamente da sua importância no que toca aos valores ambientais e da cidadania. Para tal, a autora apresentou o estudo de caso do Museu da Água da Empresa Portuguesa das Águas Livres (EPAL).

voltar ao TOPO