Agência Portuguesa do Ambiente investe em na requalificação fluvial de chaves e peso da Régua

A Agência Portuguesa do Ambiente (APA), co-organizadora do GPA, apresentou no dia 30 de maio, o “Projeto de Combate às Cheias e Inundações”, para os concelhos de Chaves e Peso da Régua.

Tratam-se de dois dos municípios da região Norte mais afetados por cheias, provocadas pela subida do nível da água dos rios Tâmega e Douro, o que tem causado ao longo dos anos danos significativos.

Nesse contexto, a APA tem previsto o investimento de cerca de 3.500 mil euros em intervenções de requalificação fluvial nas zonas críticas de Chaves e Peso da Régua, que têm como objetivo garantir a proteção de pessoas, minimizar a perda da galeria ripícola, salvaguardar a perda de infraestruturas e bens, na envolvente das margens, e evitar a erosão fluvial do leito e das margens e a consequente perda de terrenos ribeirinhos, nomeadamente, terrenos com aptidão agrícola.

A sessão foi presidida pelo ministro do Ambiente, João Pedro Matos Fernandes e decorreu, pelas 14h30, no Museu de Arte Contemporânea Nadir Afonso, em Chaves.

Fonte: Ambiente Magazine