Fiscalidade verde beneficia compradores de carros elétricos

Os automóveis com maiores emissões de gases poluentes serão mais caros em 2015, em Portugal, dado que haverá um agravamento do imposto sobre o Imposto Sobre Veículos, ao passo que os veículos híbridos, com a fiscalidade verde, terão um desconto do imposto até aos 60%. De acordo com o Jornal de Negócios “os plug-in, ou seja, que carregam as baterias com ligação à corrente elétrica, ficam apenas com uma dedução de 25%, quando antes, não havendo diferenciação, tinha 50%”. O Estado prepara-se ainda para investir €8 milhões por ano na atribuição de incentivos fiscais para a aquisição de carros elétricos e híbridos plug-in, através de novos montantes elegíveis para gasto fiscal e tributação autónoma de IRS e IRC. Com a fiscalidade verde, também regressa o incentivo ao abate, mas para obter o benefício será necessário comprar um veículo elétrico.