Maia desenvolve projeto piloto de resíduos

A Câmara Municipal da Maia está a desenvolver um projeto-piloto de gestão de resíduos com base num contentor inteligente, que abre com uma chave específica e faz a leitura dos resíduos que ali se depositam. Assim será mais fácil saber que quantidade de resíduos é produzida por uma família ou determinada comunidade, podendo mais fielmente se prever as respetivas taxas a pagar. O projeto, inédito em Portugal, segue uma tendência já existente no resto da Europa e Estados Unidos: os consumidores deverão apenas pagar pelos resíduos que produzem. Em entrevista ao programa Economia Verde, Carlos Mendes, da Maia Ambiente, explicou que o princípio do poluidor-pagador levou a autarquia, há alguns anos, a introduzir a recolha seletiva e porta-a-porta. Os contentores residenciais possuem também um chip que permite monitorizar a quantidade de resíduos enviados para reciclagem. Veja entrevista aqui