Secretário de Estado destaca papel da reabilitação urbana no crescimento verde

“Temos vindo a apostar num conjunto de medidas que promovem a reabilitação urbana e o regresso das pessoas ao centro das cidades”, afirmou Miguel Castro Neto, durante a conferência do GPA “Cidades para as pessoas”, que decorreu ontem na Culturgest, em Lisboa. O secretário de Estado do Ordenamento do Território e Conservação da Natureza defendeu que a reabilitação urbana deve ser “uma das prioridades”, com mais-valias no emprego e na coesão económica, e com relevância para o crescimento verde, pretendendo-se alocar 600 milhões de euros de fundos para o efeito. No que diz respeito à mobilidade urbana, Miguel Castro Neto referiu que “o modelo de mobilidade urbana assenta ainda muito no veículo privado”. O governante apontou os sistemas de utilização partilhada como uma solução de mobilidade do futuro. A Conferência do GPA contou com o patrocínio da Renault e o apoio da Adene – Agência para a Energia, Brisa e Sociedade Ponto Verde.