Mobilidade elétrica: um passo necessário para a sustentabilidade

A mobilidade elétrica é uma realidade incontornável a nível mundial. Os construtores de automóveis já têm apostas em veículos elétricos e híbridos, sendo disso exemplo a Renault. Esta foi uma das principais conclusões do segundo painel da conferência do GPA “Cidades para as pessoas” dedicado à mobilidade elétrica. Luís Reis, vice-presidente da Associação Portuguesa do Veículo Elétrico, que participou no debate, evidenciou a importância da mobilidade elétrica para que as nossas cidades e o nosso País possam atingir novas metas de qualidade de vida e sustentabilidade. E referiu que “a mobilidade elétrica não se esgota no veículo e vai até às duas rodas e aos transportes públicos”. Uma opinião corroborada por Paulo Rodrigues, secretário Geral da Associação Nacional das Indústrias de Duas Rodas (ABIMOTA), que destacou a liberdade do cidadão poder escolher a forma como se desloca nos dias de hoje.