Comércio pode contribuir para a mudança de comportamentos, diz APED

O comércio tem um fator de proximidade com o consumidor e, por isso, pode contribuir para a sua mudança comportamental, no sentido de um maior apelo ao consumo sustentável. Esta foi a principal ideia defendida pela diretora-geral da Associação Portuguesa de Empresas de Distribuição (APED) durante a primeira conferência GPA de 2014, dedicada às cidades sustentáveis. “O consumidor português é sensato e exigente”, frisou Isabel Trigo Morais. “O consumo sustentável é fundamental para o setor da distribuição, por isso o fator de proximidade do comércio pode contribuir para esta mudança comportamental”, avançou a responsável, referindo ainda que, para a distribuição moderna, a Sustentabilidade é uma prioridade no dia-a-dia da sua atividade.