20 Apr 15

Pro-E-Bike testado em Lisboa e Torres Vedras

Promover o uso de bicicletas e scooters elétricas para transportar mercadorias e passageiros é o principal objetivo do projeto Pro-E-Bike, que está a ser desenvolvido pelo Instituto Superior Técnico e testado em Lisboa e Torres Vedras. O Pro-E-Bike, é um projeto financiado através do programa comunitário Energia Inteligente, que conta com dez parceiros europeus, cabendo ao IST o desenvolvimento de modelos de negócio usando bicicletas e scooters elétrico. Em Lisboa, a equipa do IST escolheu a empresa de entregas Camisola Amarela — que já usava bicicletas normais — para testar dois veículos alternativos: uma scooter eléctrica e uma bicicleta de carga elétrica que permite transportar volumes até 40 quilos. Em Torres Vedras, o projeto está a ser testado pela consultora Occam. O Pro-E-Bike arrancou em Abril de 2013 e termina em Abril de 2016. Veja mais aqui

20 Apr 15

SPV distingue obras na área do ambiente

A Sociedade Ponto Verde volta a distinguir, pelo quarto ano consecutivo, obras escritas em língua portuguesa. Os candidatos poderão apresentar os seus trabalhos até ao final de maio. Assim até 29 de maio, a Sociedade Ponto Verde vai receber candidaturas para a melhor obra original que contribua para promover práticas e procedimentos que fomentem o desenvolvimento sustentável e uma economia de baixo carbono, eficiente e inclusiva. Atribuído pela Sociedade Ponto Verde, em conjunto com a editora Princípia, o Prémio Obra Escrita Original Green Project Awards – Sociedade Ponto Verde foi criado em 2012. A obra vencedora, de natureza académica, científica ou outra, será transformada em livro e o autor recebe um prémio de 2.500€ bem como a publicação da sua obra. No último ano, o prémio foi atribuído à obra “O Sistema Pay-as-you-throw”, de Dalila Sepúlveda.

20 Apr 15

Aljustrel cria jardim de aromáticas

O Museu Municipal de Aljustrel vai realizar em dias intercalados, de 13 a 27 de abril, a atividade “Vamos criar um jardim de plantas aromáticas e medicinais”. Esta ação, destinada às crianças do pré-escolar, está integrada no projeto educativo do museu, e será promovida no Centro de Interpretação de Produtos Hortícolas e Ervas Aromáticas do Carregueiro. Nestes dias, as crianças vão aprender a criar um jardim de plantas aromáticas e medicinais, tendo assim oportunidade de entender melhor a origem destas plantas, os seus processos de produção, observar o seu desenvolvimento e posteriores utilizações, tão frequentes, nomeadamente, na gastronomia alentejana. Esta atividade de caráter lúdico-pedagógico, elaborada de acordo com os programas educativos e culturais das comunidades escolares, pretende transmitir saberes e divulgar a história e o património locais de forma dinâmica e divertida às crianças. Saiba mais aqui